Melhorando a comunicação interna de sua empresa: saiba como fazer!

A princípio, a comunicação com clientes ou comunicação externa por meio de marketing é com certeza, um dos maiores investimentos que uma empresa realiza como forma de conquistar o público externo.

Ter um relacionamento com o público externo faz com que surjam potenciais clientes e auxilia na divulgação de uma imagem que passa credibilidade, confiança e organização ao cliente. Igualmente importante, mas muitas vezes negligenciada, é a comunicação interna.

Mas o quê é a comunicação interna?

A comunicação interna é uma ferramenta que permite comunicação com o público interno da empresa, ou seja, os próprios colaboradores. Desta forma, é possível que as informações sejam transmitidas com clareza e objetividade no ambiente de trabalho.

Há várias formas realizar a comunicação interna, seja ela de forma verbal, com comunicação vertical (de um líder para sua equipe) ou horizontal (entre colaboradores que ocupam funções hierarquicamente semelhantes).

Como é feita a comunicação interna?

A comunicação interna pode ser, e é usualmente feita por meio da área de Recursos Humanos/RH/ DHO por meio de e-mail e afixação de informações em painéis, dependendo da estrutura da empresa.

Estas informações podem ser as mais variadas possíveis. Por exemplo, muitas são as empresas que possuem painéis ou paredes com missão, visão e valores da companhia, como forma de lembrar o propósito aos colaboradores.

Há também a estratégia de espalhar informações como metas e conceitos a serem memorizados para o trabalho. Tem empresas também que, como forma de aproximar o colaborador ou cliente final, trazem relatos de experiência dos impactados, como forma de motivação. Há também recursos como murais com informativos corporativos, vagas internas abertas, notícias e movimentações de cargos, de forma que é possível entender a quem se reportar a partir daquele momento.  

Existem também recursos como a intranet – um portal que consta informações e ferramentas para trabalho ou ainda coisas mais simples como revistas corporativas ou ‘jornais”, com notícias sobre a empresa, conquistas, novos produtos, serviços, entrevistas com personalidades importantes, informações sobre o mercado de atuação e metas estabelecidas.

Não apenas isso, algumas empresas trazem em telas/ televisores, informações como notícias, metas alcançadas e dicas de saúde, segurança e bem-estar.

Qual é o objetivo da comunicação interna?

A comunicação interna, além de visar estabelecer uma comunicação entre os colaboradores, possui um papel muito mais importante: o engajamento.

Uma vez engajados, os colaboradores possuem maior tendência em estarem alinhados com o propósito da empresa e, principalmente, com a suas culturas conformes. Isso promove muito mais transparência e simplicidade nas atitudes da empresa.

Mas aliás, quais são os benefícios de ter uma boa comunicação interna da empresa?

Melhoria de cooperação

Por meio de uma comunicação interna efetiva, há maior interação entre os colaboradores e estímulo de desenvolvimento de vínculos, de forma a melhor fortalecer as equipes.

Retenção de talentos

A retenção de talentos é um dos pontos de muita importância à empresa.  Por meio de níveis de retenção de talentos, é possível observar a taxa de rotatividade da empresa, o que, se muito alta, tem um sinal negativo.     

Uma rotatividade de colaboradores muito alta significa que sua empresa não tem uma boa competitividade no mercado de trabalho no que se refere a talentos – e nada mais importante como reter bons talentos em casa. Para isso, os funcionários precisam ser diariamente motivados com propósito, ambiente de trabalho agradável e, se aplicável, benefícios e políticas de meritocracia.

Integração

Normalmente, quando há admissão de um novo colaborador, o mesmo passa por um processo de integração corporativo. Esta “integração” tem como objetivo realizar treinamentos sobre conduta, segurança e informações gerais da área de Recursos Humanos.

Após esta etapa de integração, os colaboradores são levados aos seus respectivos setores para então dar início ao trabalho. Aqui entra a importância de ter uma boa comunicação interna, de forma a permitir que o novo integrante da empresa sinta-se parte dela!

Evitar boatos e fofocas

É fato que, quando há pouca transparência por parte da empresa, muito se tem a questionar sobre práticas e decisões tomada, o que pode gerar boatos e fofocas que normalmente espalham-se forma muito rápida e trazem preocupação e sentimento de instabilidade entre colaboradores.

Visto que informações podem ficar retidas a níveis mais altos de hierarquia e não serem repassados, é muito fácil que especulações e suposições ocorram até que o informe oficial seja dado. Sendo assim, torna-se fundamental manter uma comunicação ativa, efetiva e transparente para com os colaboradores.

Abertura de espaço de comunicação

Por meio da comunicação interna (ou ainda “endomarketing”), é aberto um espaço mais convidativo para que os colaboradores sintam-se mais à vontade para expressarem-se e sugerir ideias, mudanças e tirar dúvidas que possam aparecer durante o trabalho em ambiente corporativo.

Isso é importante para sugerir ideias que muitas vezes podem passar “batidas” por gestores ou ainda pessoas que não estão de fato vivendo certas situações. Para isso, ter um canal de comunicação aberto é fundamental para melhoria harmonia no dia-a-dia.

Como melhorar a comunicação interna da empresa?

Agora que entendemos qual a necessidade de ter uma boa comunicação interna, podemos começar a planejar ações para a criação de uma cultura de comunicação. 

Para isso, é importante, inicialmente, promover um relacionamento entre colegas, de forma a melhor integrar as pessoas e buscar a melhor interação possível entre elas. Além do melhor ambiente de trabalho, isso propicia que as decisões e ações sejam tomadas sempre de forma mais empática e com visão holística.

Além disso, é importante reforçar esta cultura inicialmente com os líderes de forma que haja cascateamento para suas equipes. Isso tende a ter um impacto positivo pela transparência, e, consequentemente, mais confiança que as equipes tenderão a ter.

Para isso, não esqueça de realizar sempre uma escuta ativa e ter canais de comunicação e maneiras de resolução de demandas e conflitos bem estabelecidas. 

Concluimos, portanto, que o investimento em comunicação interna ou endomarketing tem um impacto imensamente positivo por estar em contato com o cliente que de fato movimenta a empresa: o próprio colaborador!

Gostou das dicas? Não esqueça de compartilhar com pessoas que possam aplicar isso em suas empresas!

Quer serviços que dê resultados para sua empresa? Cadastre-se aqui e veja a melhor opção para o seu negócio!

Comente e Compartilhe