Descubra como fazer um refinanciamento consignado

refinanciamento consignado

O refinanciamento consignado é diferente do praticado no mercado para outros tipos de crédito. Normalmente eles ocorrem como modo de viabilizar o pagamento de dívidas em atraso, sendo resultado da renegociação de uma pendência financeira.

Já com o consignado é diferente. A função do refinanciamento é mais voltada para atender uma necessidade do contratante, seja a de um valor adicional, seja a de um aumento do prazo de pagamento, seja de diminuição desse período.

Por isso, este texto é importante se você sente necessidade de fazer alterações no seu contrato atual ou mesmo antes de contratar um empréstimo para que saiba o que é possível ser alterado no futuro, caso precise. Confira!

O que é o refinanciamento consignado?

O refinanciamento consignado é a modalidade de crédito na qual um novo contrato substitui um antigo. Simples, não? Porém, apesar de o conceito do termo ser muito simples, existem várias regras aplicáveis a esse tipo de contratação, e detalharemos cada uma delas no decorrer desse texto.

Vejamos um exemplo. Digamos que você tenha um empréstimo contratado nas seguintes condições:

  • valor do empréstimo: R$ 4.000;
  • número de parcelas: 90;
  • parcelas pagas: 40. Portanto, restam 50;
  • valor das parcelas: R$ 60;
  • saldo devedor: R$ 2.500.

Antes de continuarmos, porém, é importante lembrar que esses números não são de um empréstimo real, apenas exemplos para facilitar a compreensão sobre o refinanciamento. Ao final do texto, vamos orientar você sobre como fazer uma simulação, caso deseje ter uma ideia mais precisa dos valores.

Dito isso, é possível verificar que, dos R$ 4.000 solicitados, R$ 1.500 e mais os juros correspondentes ao período já foram pagos. Sendo assim, resta quitar os outros R$ 2.500 do valor principal (solicitado a partir do empréstimo).

A partir de um refinanciamento, além de solicitar um valor adicional, você também pode diminuir ou aumentar o prazo de pagamento. Em qualquer um dos casos, é considerado o saldo devedor e novos cálculos são feitos.

Por exemplo: se você precisar de mais R$ 2.500, o total do crédito refinanciado será de R$ 5.000 (saldo devedor + novo empréstimo), que será dividido pelo número de parcelas desejadas. Se fosse o caso, haveria incidência dos juros e encargos normais, dependendo e de acordo com a política da instituição que fornece o crédito. 

Quais os tipos de refinanciamento consignado?

O refinanciamento consignado pode ser usado para várias finalidades diferentes, e são justamente essas funções que determinam os tipos aplicados. São eles:

  • para diminuição do valor das parcelas;
  • para solicitação de crédito adicional;
  • para unificação de dívidas.

Quais as condições para fazer um refinanciamento?

A primeira e principal condição para que você possa fazer um empréstimo consignado é a disponibilidade de margem consignável. O nome pode assustar, mas é muito fácil de entender do que se trata.

Ocorre que, no crédito consignado, o valor máximo da parcela é de 30% da renda do solicitante. Sendo assim, alguém que receba R$ 1.500, por exemplo, pode contrair o valor total correspondente a uma parcela de R$ 450. No entanto, esse limite não vale para cada empréstimo, mas para a soma de todos eles.

Por isso, um empréstimo correspondente ao total desse limite só pode ser renegociado e refinanciado depois de alguns meses, conforme as parcelas sejam descontadas, o saldo devedor diminua e a margem consignável aumente. Já no caso de um contrato de metade do valor do limite, é possível aumentar o total do crédito.

Além disso, será preciso preencher os requisitos de todo empréstimo consignado, como:

Essas são as linhas gerais e podem variar de acordo com cada instituição e sua situação pessoal. Por exemplo, embora exista a oferta de crédito para negativados, esse serviço não é obrigatório. Além disso, o crédito consignado para quem ainda não se aposentou, bem como o para funcionários públicos da ativa, também não é feito em todos os casos. 

Quais os ganhos de fazer um refinanciamento consignado?

Agora que já conhece os detalhes, pode avaliar se essa modalidade de crédito é boa para você. Para te ajudar nisso, relacionamos abaixo algumas das vantagens do refinanciamento consignado. Vejamos!

Flexibilidade contratual

Essa é uma vantagem presente desde a contratação do empréstimo original. Saber que é possível alterá-lo no futuro é uma segurança e um conforto. Mas esse ganho só é sentido mesmo durante a vigência do contrato, no exato momento em que é preciso negociar.

Como foi possível observar com esta leitura, a renegociação permite aumentar e diminuir prazos de pagamento, bem como o valor contratado.

Unificação de dívidas

Em um momento difícil, pode ocorrer de você sentir necessidade de recorrer a um volume alto de empréstimos de várias modalidades. Quando isso acontece, o valor das parcelas pode comprometer a sua qualidade de vida, diminuir seu tempo de lazer e até limitar os ingredientes de algumas refeições.

A renegociação permite usar a margem consignável para quitar outras dívidas, normalmente mais caras, e a agregá-las em um único contrato, com um período mais longo. Além de não precisar pagar vários boletos no mês e contar com o conforto do desconto automático, essa ação tende a diminuir os juros pagos.

Disponibilidade de crédito

Um empréstimo pode ser a única alternativa para nos salvar de algumas situações difíceis e nunca sabemos quando elas vão ocorrer. Nesses casos, é bom poder contar com disponibilidade de crédito adicional, o que a renegociação oferece.

Todas as vantagens do empréstimo consignado

O empréstimo consignado é mais barato, mais fácil de solicitar, não necessita de avalista, tem prazos de quitação maiores, a forma de pagamento é automática e, especialmente no caso especifico dos aposentados e pensionistas, respeita regras feitas para proteção do consumidor.

E para terminar nosso texto sobre refinanciamento consignado, precisamos cumprir uma promessa que fizemos para você: orientar sobre como obter um valor preciso sobre o seu financiamento. Ainda que o exato valor dependa de uma consulta mais personalizada, você pode ter uma ótima ideia sobre o que pode esperar fazendo uma simulação e conhecendo as suas alternativas de escolha.

Comente e Compartilhe